"O Bonsai é um breve pensamento poético que nos toca o coração.”

O bonsai é uma arte de possibilidades ilimitadas.

09 dezembro 2010

UVÁIA



Espécie: Eugênia subespécies pyriformis
Família: Mirtáceas
Origem: Brasil
Porte: Atinge 6 a 13  metros de altura
Floração: início da primavera
Propagação: Por estaca e mergulhia.
Luminosidade: sol pleno/meia Sombra.
Regas: Regulares, sempre que o solo es
tiver seco
Solo: ácido

É uma árvore procedente do Brasil que possui frutos comestíveis. Seus frutos e folhas são pequenos criando uma estética adequada para o bonsai. Sua ocorrência vai desde São Paulo ao Rio Grande do Sul. Sua Altura pode chegar de 6-13 m, possui o tronco geralmente retilíneo e descamante e folhas simples verde escuro, glabras, quando jovens de cor róseo-avermelhada de 4-7 cm de comprimento. Em algumas regiões ela poderá ter seu porte diminuído devido ao tipo de solo e possuir muitas ramificações.

Ambiente- A exposição da Uváia ao sol favorece a floração e a frutificação. No início da primavera, para estimular a floração devemos colocá-la em local onde toda a planta possa receber raios solares diretamente em suas folhas. A Uváia ama o calor e a luz, portanto precisa  ser deixada em lugares onde o sol incida diretamente sobre as sua folhas, no verão em regiões onde o sol é muito intenso, deverá ser protegida por uma tela de 50% para que as suas folhas não fiquem danificadas. A Uváia é resistente a leves geados
OBS: Normalmente a Uváia floresce durante os meses de agosto-setembro, porém no extremo sul a sua floração inicia-se em novembro-dezembro.

Solo - A Uváia necessita de um solo com boa drenagem e boa oxigenação. O solo de plantio que eu aconselho deverá ser ácido, contendo matéria orgânica, com boa capacidade de reter água e umidade sem, contudo permanecer encharcado. A Uváia precisa de muita luz e umidade para florescer e a matéria orgânica misturada ao solo (casca de pinheiro ralada manterá o grau certo de umidade necessária a planta) Atenção, pois toda a matéria orgânica deverá ter passado por um período de curtição por no mínimo 180 dias, ou poderão danificar as raízes da árvore bem como a formação de gases tóxicos no solo prejudicará a planta. Depois de curtida toda matéria orgânica deverá ser secada ao sol por alguns dias antes de armazená-la. Uma boa composição do solo para o plantio de nossa Uváia é a combinação de 50% de cacos de tijolos 3 mm + 50% de matéria orgânica casca de pinus curtida e em pedaços de 2mm. Todos os componentes do solo deverão estar secos e peneirados para a retirada de partículas muito miúdas e do pó antes de ser usado. Essa mistura é para cidades de clima quente. Caso você more em locais mais frios use uma mistura com menor quantidade de matéria orgânica e mais cacos de cerâmica ou pedriscos 3mm não calcário

Rega - A coisa principal para se ter um belo bonsai e saber regá-lo, assim faça com que todo o substrato que esta no vaso fique úmido. Para um bonsai sempre chove duas vezes diz um velho ditado, desta forma regue distribuindo a água em toda a área da superfície do vaso até que esta saia pelos orifícios do fundo do vaso espere 20 minutos e repita a operação.
Da primavera ao outono o crescimento da Uváia é muito intenso e isso faz com que tenhamos uma atenção especial sobre a rega, pois o consumo de água neste período é abundante. No inverno o consumo é menor. Eu aconselho molhar a terra da Uváia somente quando você perceber que a superfície do solo mudou de cor ficando esbranquiçada – seca.

Alem dos fungos que podem ser tratados com a moderação na rega, retirada com uma escova e fungicida,  podem ocorrer ataques de pulgão, cochinilhas e minúsculas aranhas vermelhas, estes podem ser tratados facilmente com inseticida para plantas ornamentais. Não esqueça que existindo um problema, este deve ser solucionado com brevidade para evitar a debilitação do bonsai

Adubação- Nos períodos de crescimento é importante fornecer a planta algum tipo de adubo. Faça uma adubação com adubo líquido a cada quinze dias ou semanal, do início da Primavera até o final do Verão. Durante o Outono e o Inverno, diminua a freqüência, e adube apenas uma vez por mês. A Uváia apreciará um adubo rico em fósforo. Um adubo (orgânico) riquíssimo em fósforo é a farinha de osso. Que poderão ser usados dois meses antes da floração e seguirá até inicio da floração. Não adube durante a floração. Suspenda a adubação tão logo os pequenos botões surjam nos ramos e volte a adubá-la quando os frutos já estiverem formados. Existem adubos de ação lenta e de varias formulações como Osmocote, que poderá ser usado.
Uma mistura orgânica que produz resultados excelentes é: Torta de Algodão ou Mamona 50% + Farinha de osso 50% colocada na borda do vaso a cada trinta dias na proporção de uma colher de sopa rasa para vasos com 20 a 22 cm de comprimento (vasos menores ou maiores deverão receber quantidade proporcional ao seu tamanho). (Coloque a mistura em um potinho perfurado e enterre no vaso para que a mistura não se espalhe e com o tempo torne o substrato do vaso compactado - retire o potinho com a mistura a cada 2 meses).  Outro modo é fazer uma rega semanal ou uma pulverização semanal usando para isso a mistura feita com 2 colheres de sopa rasa de uréia dissolvida em 10 Litros de água. Regue ou pulverize a uréia sempre ao entardecer, pois ela se evapora com a luz. Use adubo contendo micros nutrientes S, B, Cu, Mn e Zn pelo menos duas vezes ao ano. De preferência aos adubos foliares.

Poda – Use sempre tesouras de podas e alicates bem amolados para que os cortes sejam limpos. Mantenha sua ferramenta sempre limpa para que não transmita alguma doença através da poda. Não economize quando for comprar suas ferramentas, as melhores são geralmente mais caras.
Se o seu Bonsai estiver em formação, aja assim: deixe os ramos crescerem livre até que alcance a grossura de um palito de fósforo e parem de crescer, então pode todos os brotos no segundo ou quarto par de folhas. Faça esta poda durante todo o ano. É importante permitir um crescimento livre dos ramos antes de executar a próxima poda, para que a planta se recupere. Lembre-se que não existe bonsai perfeito todo tempo, é imprescindível respeitar o tempo de recuperação de energia de cada árvore, este é um ponto importante que todo iniciante precisa aprender. Não pode sua árvore todo tempo só para que aquela forma linda se mantenha.
Na poda de manutenção pode sempre que os novos ramos alcançar oito ou dez pares de folha ou quando as folhas dos novos brotos estiverem com uma coloração verde escura observe: se as gemas apicais estiverem inchando inchado é hora de podar, a menos que deseje aumentar o vigor daquele ramo. Sempre observe as gemas e pode quando estas começar a inchar.  
Caso queira mudar a direção de um ramo em sua formação, sem o uso dos arames, aja desse modo: Observe que as folhas da Uváia nascem aos pares, ao efetuar uma poda você estará forçando o nascimento de dois novos brotos paralelos na ponta do ramo podado, quando as gemas estiverem inchadas retire a do lado oposto da direção desejada, essa ação poderá ser feita passando os dedo sobre a gema e ela será quebrada, assim toda energia será direcionada para o novo ramo que terá o seu crescimento aumentado
Poda de refinamento - Pode deixando apenas um par de folhas. Esta poda ajuda a manter a forma do bonsai e a desenvolver muitos galhos terciários e todos os que se encontram na periferia da árvore, responsável por dar ao bonsai uma aparência mais natural.
A Uváia aceita podas drásticas em ramos velhos produzindo excelente brotação. Você pode fazer podas drásticas ou remoção de galhos durante todo o ano, porém, a melhor época é durante a Primavera. 



A Uváia aceita a desfolha no verão, isso dará a planta uma linda cor primaveril, corte o pecíolo deixando parte dele agarrado ao ramo a desfolha diminuirá o tamanho de suas folhas e entre nós. Desfolhe apenas plantas adultas e sadias.
Poda de limpeza - Remova todos os brotos que forem indesejados - os que surgirem nas axilas dos galhos secundários e terciários pode ocorrer o nascimento de brotos nas raízes, retire-os também se isso ocorrer. Mantenha sempre o solo limpo sem ervas daninhas ou folhas secas.

Transplante – Mudas novas que ainda estão em formação deverão ser transplantadas todo ano para a educação do nebari. Mudas mais velhas poderão ser transplantadas a cada dois anosNa troca de terra podar no máximo 35 a 40% das raízes. Se for necessário retirar mais que isso, refaça o replantio após um ano, neste período trate a planta com hormônios enraízadores para o fortalecimento das raízes e não permita que a planta floresça e produza frutos, sua atenção deve estar em produzir um ótimo número de raízes capilares e não frutos haverá um tempo certo para isso. Repetindo, deve-se providenciar a troca de terra da Uváia anualmente ou a cada dois ou três anos, normalmente no inicio da primavera antes de ela iniciar sua brotação intensa. Use a mistura de substrato acima mencionada regue abundantemente todo o vaso mais de uma vez então o coloque em um local bem iluminado sem, contudo apanhar os rios diretos do sol, até que os novos brotos comecem a surgir então o leve aos poucos para o sol. Inicie uma adubação cerca de 50 dias após aparecerem os primeiros brotos use um adubo que tenha micro nutriente.

Aramagem - - A Uváia é uma árvore que se modela facilmente, bastando podas freqüentes, se for preciso aramar, tome algum cuidado, pois seus galhos são quebradiços. Devem-se aramar a Uváia no início da primavera, ou no verão quando se fizer a desfolha. Os arames podem permanecer na árvore por até seis meses, mas nunca deixe que eles façam marcas na casca. Se os arames estiverem penetrando na casca tire-os imediatamente. Deve-se evitar o uso de arames de cobre, pois notei que a planta reage negativamente a eles. Use arames encapados ou proteja o tronco do contato com ele. Tencionar os ramos tem sido uma técnica muito usada por mim para alcançar a forma desejada, tencione o galho cuidadosamente, quando sentir que não é possível dobrar o galho pare. Se for preciso tencionar mais o galho para que chegue a posição desejada, espere mais seis meses ou um ano até que a planta esteja restabelecida do primeiro movimento para tencioná-lo novamente.

PROPAGAÇÃO - – Você poderá colher os frutos diretamente da árvore ou recolhê-los no chão após a queda. Em seguida você deve despolpá-los manualmente em água corrente dentro de uma peneira. Após a separação das sementes é importante deixá-las secar a sombra. Caso queira guardar as sementes é importante citar que a vida da semente é curta após dois meses Plante as sementes logo que colhidas não é preciso fazer nenhum tratamento, plante-as diretamente no recipiente individuais contendo substrato próprio para sementeiras, depois mantenha os potes em um ambiente semi-sombreado, eu costumo enterrar a semente numa profundidade de no máximo duas vezes o seu tamanho, depois cubra com uma camada de substrato peneirado e importante irrigar duas vezes ao dia. As sementes irão germinar em aproximadamente 40 dias nunca alcancei 100% de germinação.
Plante as suas mudas no chão para que se desenvolva mais rapidamente. O desenvolvimento das mudas é muito lento. Mesmo quando plantada diretamente no solo o seu desenvolvimento das plantas no campo não ultrapassará 2 m aos 2 anos.

Doenças – A Uváia pode ser acometida de fungos que podem surgir quando o substrato fica constantemente úmido esses podem ser tratados com uma moderação nas regas, faça a retirada dos fungos com uma escova se isso for possível e aplique algum fungicida – Veja a matéria sobre Calda Sulfocálcica. Podem ocorrer também ataques de pulgão – faça a retirada manualmente ou com um bom jato de água e vigie as formigas, pois são elas que levam esse afídeos para nossas plantas. Cochonilhas também podem causar problemas, retire-as com um cotonete embevecido numa mistura de álcool e água e pulverize a planta - se for necessário - com óleo mineral. Ácaros são minúsculas aranhas vermelhas, se as folhas novas de sua Uváia começar a enrolar e o crescimento for afetado certamente elas estão sendo atacadas por ácaros, estes podem ser tratados facilmente com inseticida para plantas ornamentais ou algum outro para o combate desses visitantes indesejados. 
Trate qualquer doença ou praga imediatamente após descobrir o problema. Procrastinar, só irá piorar a situação.

Estilos – Servem a todos os estilos ficando melhor no estilo hokidachi  – Vassoura.

 Dicas
  • Nomes populares: Uváia, uvaieira, uvalha, uvalha-do-campo.
  • Molhe sempre seu bonsai pelo menos uma hora antes de efetuar a adubação.
  • Você poderá plantar a sua Uváia em um vaso fundo de cerâmica ou vidrado mais escolha cores pastéis para que as cores do tronco, folhas e flores se destaquem. Lembrete: os vasos não devem chamar a atenção para si, mas deveram ser como as molduras de um quadro que valoriza a obra contida nele.
  • As mirtáceas guardam energia e após terem suas raízes podadas severamente podem provocar brotações nos ramos podados, estas brotações não são sinais que as suas raízes estejam crescendo bem no solo, Atenção: nem sempre boa brotação logo após um transplante significará que está tudo bem com a planta. Tome muito cuidado com isso e aprenda a identificar este tipo de crescimento, pois se você usar adubos de composição errada para incentivar o crescimento destes novos ramos poderá matar sua árvore

  • - Se tiver dúvidas de como aplicar os métodos a cima busque a orientação de bonsaístas experientes.
  • Faça um curso. Existem excelentes bonsaístas que ministram cursos de alta qualidade. Não veja isso como um gasto, mas como um investimento para o futuro.  Você mudará a sua maneira de ver o Bonsai.
  • Usar as técnicas aprendidas de maneira correta lhe dará confiança e os resultados obtidos em suas árvores lhe darão enorme satisfação evitando perdas de tempo e enormes prejuízos financeiros. Este é o meu conselho. 

Nenhum comentário: